Pesquisando

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

aquele momento de supercorp trash na vida de fã

Oi,


Apenas passando aqui pra dizer que o último episódio de Supergirl me distraiu tanto com a questão "workshipping" Kara e innuendos sobre Personal Jesus pra Lena que nem prestei atenção no restante do contexto. Até esqueci que Sanvers vai acabar no próximo episódio, pois a Floriana Lima resolveu sair do seriado.

Just FYI: uma aba aberta aqui com cerca de Supercorp fanfics (4.547 até então), sendo temática BDSM (80), parece que Dom!Lena (21) e Sub!Kara (36) é mais elevado que Dom!Kara (13) e Sub!Lena (7).


Nem preciso dizer o quanto os roteiristas são PÉSSIMOS em entender que tudo pode virar regra 34 e se o episódio lastimável da Comic-con em julho serviu de aviso pra gente que acompanha a série a não servir de queerbait pra esse povo, então apenas parem de colocar hints de que algo vai acontecer.

É que nem Once Upon a Time entre SwanQueen. Tá lá, tá na cara, tem pausas dramáticas, olhares fulminantes trocados, mas não acontece nada devido a hetenormatividade compulsória impregnada nos enredos. Nem vou entrar em detalhes quanto a Bering&Wells: foi a minha primeira lição de que a Tv NÃO ESTÁ preparada para lidar seriamente com casais homoafetivos e as implicações desses no cotidiano de um seriado. 

Tá difícil de ser nerd assim.

[EDITANDO: Aí Lena Luthor Trash fez a recap do episódio e BOOM! Headcanon comprovado só ali - porque a CW NÃO VAI fazer isso]