Pesquisando

Mostrando postagens com marcador manual prático de convivência pacífica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador manual prático de convivência pacífica. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 8 de maio de 2017

essa tal liberdade

Porque não há nada melhor que aliviar a tensão de um assunto sério com uma música de pagode trash dos anos 90...

A Malévola awesome do Um sofá para Cinco havia escrito um texto muito bacana há um tempo atrás e por incrível que pareça o tópico voltou a rotina aqui das caraminholas ao me deparar com algumas conversas que ando tendo com pessoas queridas próximas.

Para fins de conhecimento, esse texto foi escrito para eu revisar meu discurso, pois é dessa forma - através da escrita - que consigo me encontrar como pessoa, como ser pensante.

Então o que eu escrever aqui são impressões que tive por experiência própria e que não necessariamente contam como a realidade de todo mundo que sofreu/sofre dependência emocional por outrem ou alguma coisa.

Um traço forte na personalidade de pessoas que já tiveram um trauma em relacionamentos de qualquer tipo é a tal da dependência emocional que nos impulsiona ou repulsiona (Essa palavra não existe btw) a nutrir ou evitar tal bichinho roedor de autoconfiança, identidade e amor próprio.

E é triste ver como uma pessoa tão centrada, pé no chão e aparentemente em sã consciência pode fazer ou causar enquanto está nesse ciclo vicioso de dependência emocional por outra pessoa ou situação que possa estar sofrendo.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

[termos de uso] Manual Prático de Convivência Pacífica (v1.0):

Termos de Uso Pessoal - Manual Prático de Convivência Pacífica (v1.0):

Nem preocupa em aceitar os Termos de Uso, porque já é de costume clicar no ACCEPTACEITOSIM, CONCORDO sem ler os pormenores (Foi assim que vendi minha alma pra Blizzard e pro Google).