Pesquisando

Mostrando postagens com marcador defiance. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador defiance. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 5 de julho de 2016

[contos] defiance: o grupo sem nome - capitulo 2


[o grupo sem nome - capitulo 2] por: @_brmorgan.
Cenário: Defiance - jogo e parcialmente alusão ao seriado.
Classificação: 16 anos (morte, distorção de convenções morais, violência)
Capítulos: 2/?
Resumo: Na nova Terra de 2046, um grupo distinto e sem nome vaga pela Paradise (Antes território de San Francisco, EUA) combatendo o Exército Mundial de Coalisão - EMC - por motivos não tão nobres assim.

Trilha sonora para esse capítulo:
Capítulos: [1] - [2] - [3] - [?]


CAPITULO 2

Esfregou as pálpebras até retirar o sono que ali se instalara. 46 horas sem dormir. Mais uma dose para aguentar mais um tempo até a "tropa" chegar. Ajeitou os ombros para trás, não tocou na arma para não desfocar a mira, bocejou para dentro e estalou o corpo devagar em movimentos circulares no pescoço. Mais algumas horinhas e eles chegariam, não tinha nada de surpresa nisso.

Quando uma Arca despencava lá de cima, era prelúdio para o caos naquela parte remota de São Francisco. Junto dos pedaços cobiçados da Arca, vinham centenas de ambiciosos arkhunters atrás de espólios que a maioria desconhecia sua origem, mas que valia muito no mercado negro e nas vendinhas clandestinas de beira de estrada. Junto deles vinham os sabotadores, os 99ers e ótimo... deu um longo suspiro e voltou a se posicionar no coldre adaptado do rifle de longo alcance que montara sozinha. Raiders também estavam à caminho da Arca se desmanchando em sucata e curto-circuitos há uns 600 metros à frente.

Entre ela e a preciosa fonte de lucro fácil tinha apenas um probleminha: um acampamento abandonado e jogado ao léu de antigo abrigo científico. Ali dezenas de corpos putrefatos jaziam inquietos em espasmos regulares devido a decomposição, mudanças de clima, e principalmente a reanimação. A maldição de se mexer com nanotecnologia ou biogenética votanis era justamente isso: nunca se sabia o que raios aquela merda iria fazer com os corpos dos humanos.

Sua missão era simples: montar guarda o mais afastada possível, avistar a Arca que iria cair na próxima lua nova, sinalizar para a "tropa", esperar o reforço e atirar em qualquer desgraçado que viesse de bico no tesouro deles. Se é que era "um deles", tava sendo paga há 1 mês por um cara que nem via os olhos devido ao capacete, mas que garantia a boa comida e a adrenalina do dia. Só não gostava muito de esperar, mas do jeito que a "tropa" era lenta, resolveu sossegar o facho e atirar em zumbis para se distrair. guardar a posição para a Arca? É talvez, mas já tinha gasto algumas balas a mais nos corpos reanimados que se atreviam a chegar mais que 200 metros dela.

sábado, 17 de outubro de 2015

farewell defiance e syfy sucks!

A notícia da semana no mundo fangirlístico foi de ver esse tweet no dia e não entender o contexto:



Aí apareceu no feed do Instagram mais essa:



Só vim entender o que a Rainha Unicórnio havia falado e preparei o coração pra outra apunhalada da SyFy. O trem é o seguinte: não estava mais tão ativa no mundo de Defiance quanto queria, além de ter perdido um pouco da fascinação por esse lenga-lenga de renovação ou não (Estavam nessa de ameaçar a cancelar desde a 1ª temporada), sobrou também um rancorzinho de Warehouse 13 (Meu seriado favorito de todos os tempos, pode apostar nisso).

Não entendo o que raios acontece na SyFy para apostar em projetos enormes e fabulosos para depois jogá-los fora ou deixá-los em segunda opção por coisas menos interessantes. Dominion foi pro saco também e deram mais uma chance para 12 monkeys (Os 12 Macacos, é fizeram seriado daquele filme do Brad Pitt e o Bruce Willis).

Aí apliaram a grade para Ghost Hunters (Huntards), colocaram WWE e lutas suspeitas de MMA no horário nobre e os seriados/filmes toscos de ficção científica em segundo plano. Okay pessoas, WTF O QUE CÊS QUEREM DA VIDA?

Tudo bem que o canal é subsidiária da Universal e passa só os categorizados "B" em produções, mas caçamba! O nome do canal é SyFy! Vocês queriam o quê?!

É uma pena porque Defiance estava expandindo muito muito muito bem no universo canônico e do game, muitas coisas estavam para acontecer e havia muito background a ser explorado. Fico triste em saber que as produtoras não estão interessadas em ver como é o mundo aqui fora, não se empenham em transmedia (Além da tv, participação efetiva em redes sociais) e ficam bitolados naquelas pesquisas de ratings que é uma cilana (Bino!) sem fundamento.

Eles não entendem que o público agora está consumindo seus produtos de forma diferenciada e em outras plataformas. Não se dedicam para tornar esses espaços alternativos uma forma mais avançada de propagar seus serviços e pelo jeito mais outra produção fantástica vai para o ralo porque alguém disse: "Ah, tá gastando muito dinheiro e ninguém vê na Tv" pelamordezeus...

A coisa que mais me aborrece agora é que os fãs vão fazer campanha de #RenewDefiance ou #SaveDefiance e não vai correr bem - acreditem tentamos com Warehouse 13, até os atores se envolveram na campanha e necas...

Então é assim que acontece na vida de fangirl e seus problemas, Defiance foi pro limbo, sei lá o que vai acontecer com o jogo e meu interesse quanto a produções da SyFy foi para zero. Se a Rainha Unicórnio tiver por lá, beleza, vou seguindo, mas ficar esperançosa de um seriado sobreviver mais que 2 temporadas com eles? Nopes.

Vida de fangirl é difícil, gente... Muito damage nos feels...

domingo, 5 de julho de 2015

[review] Defiance - O Jogo

[esse post era pra ter ido pra fila há cerca de 2 anos atrás, WTF eu não botei, jamais saberei]

O jogo tem o nome da cidade, mas não é lá. Pegadinha do Malandro! Fonte.
Defiance é um seriado sci-fi que mostra o cotidiano lindo de uma Terra invadida por alienígenas (Os Votan, são 6 tipos deles: castithan, irathian, liberata, volges, indogene e recentemente os omec) em época de desespero. A timeline do seriado é de 2046-2048 e está na terceira temporada com roteiro digno de Game of Thrones, MUITAS pessoas morreram, protagonistas, secundários e extras até então. Já escrevi a introdução osbre esse seriado, pode ficar tranquilo e verificar esse post aqui [x].

Saint Louis, cidade americana, agora é Defiance, uma cidadezinha no meio de um vale generoso que juntou um bando de humanos e votans a viverem em paz, prosperamente e sem muitas novidades, mas sabemos de antemão que não costuma ser assim. Intrigas, traições, plots, tudo que uma sociedade em colapso pode chamar está aqui, mas hey! Confia na tia Rosewater que ela segura as pontas!

Se você é assíduo aqui no blog, vai saber que só assisto esse seriado pelo butthurt de Warehouse 13 e... bem... Jaime Murray como Castithan. É tipo meu sonho de consumo noldorin realizado com uma pitada mais drástica de drama, terror e sociopatia. Os Castithans foram incluídos no gameplay há um tempinho atrás e trouxeram algumas características de raça como o Liro (são os feats de Clã deles, tem cada coisa absurda por lá), as Charge Blades (Sabre de luz olá?! Olááááá?!) e fantasmas albinos com íris liláses com sorrisinhos macabros. Tudo muito lindo!

Consegui há muito tempo atrás uma promoção no Steam por R$ 24,00 a versão Standard, sem muita coisa, só o Buy & Play, e aproveitar que os meses de hiatus iam deixar um rombo enorme nos feelings de fangirl de sci-fi. Comprei Defiance: O jogo e estou feliz com isso. Aí 1 ano depois eles colocam como Free-to-play e não sinto diferença alguma por isso, eita lelê...

Editado para época atual, o seriado chegou a 3ª temporada e as coisas no jogo estão mais leves que pela televisão, geeeeeeezuis crispinho, mataram os McCawley todos! TODOS!! WHYYYYYY FECKING WHYYYYYYYYY?!

Primeira coisa a se notar: Shooter.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

[conto] defiance - o grupo sem nome

[o grupo sem nome] por: @_brmorgan.
Cenário: Defiance - jogo e parcialmente alusão ao seriado.
Classificação: 16 anos (morte, distorção de convenções morais, violência)
Capítulos: 1/?
Resumo: Na nova Terra de 2046, um grupo distinto e sem nome vaga pela Paradise (Antes território de San Francisco, EUA) combatendo o Exército Mundial de Coalisão - EMC - por motivos não tão nobres assim.

N/A: Era pra ser um one-shot direto, só com diálogos, acabou sendo transformado nessa contextualização chata aí. Mas sempre é bom, entendo que muitas pessoas jamais viram ou jogaram o game e conhecem pouco do seriado. Então não sejam bobinhooooooos, tira o atraso e vão ver Defiance!

Capítulos: [1] - [2] - [3] - [?]

===xxx===
A dinâmica de línguas não era comum a todos na pequena comunidade nômade em que viviam. As pessoas de fora os chamavam de outcasters, favelados, madrugueiros, ladrões, sequestradores de crianças, roovers, e outras palavras em diversos idiomas que talvez eles não tivessem nunca ouvido na vida. Eram poucos, de algumas raças, votanis e humanos, de idades variadas e especialidades múltiplas, todos com o mesmo objetivo: proteger as pessoas do EMC - Exército Mundial de Coalisão.


domingo, 21 de julho de 2013

Resumão da SDCC 2013

Resumo de meu interesse, é claro. Não vou fazer retrospectiva de um evento internacionalmente visitado, concorrido, planejado, de 3 dias sem parar em um único post.

A San Diego Comic-Con desse ano (2013) trouxe diversas atrações para todos os tipos de nerds inseridos nessa Realidade vigente. Para essa nerd aqui, os painéis da emissora SyFy Channel foram os eventos mais importantes ever, as outras novidades eu pesquei por um bocadinho de tempo, mas tentei não me prender muito senão não conseguiria manter o ritmo no LiveTweet com o fandom lá na convenção. E elas escrevem muito, MUITO!

Na sexta foi Defiance, com o cast todo, falando sobre o sucesso da 1ª temporada, expectativas dos envolvidos e como sempre, Jaime Murray roubando a cena (novamente) com a quote:



Não é só você, darling: posso me identificar perfeitamente nessa situação.
O painel todo tá postado aqui, mas provavelmente haverá algum link no YouTube fabuloso para podermos baixar. A fofa da Ms.Murray não só presenteou sua presença no evento, como visitou tudo que poderia em sua programação, incluindo a after party de The Walking Dead na qual conseguiu a foto épica com Joanne Kelly. A strongwoman62 fez um post muuuuuito legal lá no Tumblr sobre essa demonstração de afeto aos fãs que a Ms. Murray tem, vale a pena dar uma lida e sorrir bobamente pelo carinho que algumas pessoas têm pelo seu próprio trabalho e pelo reconhecimento que ganham (De certa forma me é uma inspiração linda de profissionalismo e amor ao que faz). E Julie Benz foi escolhida como a Prefeita da Comic-Con por participar tantas vezes que até perdeu a conta (Poxa é desde a época de Buffy em 1996), já que não é mais a prefeita de Defiance, ohohohohohohoho...

Noite Serena uma ovah

Tá, está sereno lá fora e uma acumulação de fog se possível, chuva o tempo todo, mas noite serena? De jeito maneira.

Tem um vampire kittie na minha janela
SDCC2013 (San Diego Comic Con 2013) tem resumido as minhas noite no fim de semana por 2 motivos principais: Defiance e Warehouse 13. Esses dois seriados são minha ponte para o sci-fi que estava precisando há muito tempo (Assistia Stargate, mas não era a mesma coisa!) e enquanto um será renovado para a season 2, o outro está indo para o limbo cósmico por terem cancelado.

Os dois painéis foram ótimos de acordo com o LiveTweet do fandom  - e duuuuuuude é massivo a precisão de detalhes que as meninas que estavam lá deram sobre a conversa entre os atores e toda a equipe, bless them all! - mas o de Warehouse 13 está me deixando com aquela sensação de que irei chorar pelo resto da semana como foi no episódio 04x15 Instinct. Do not want, vou evitar ver os vídeos o máximo possível, apesar do Tumblr dar o gosto amargo toda vez que entro. Fazer isso de madrugada é final de carreira, então deixo para o dia iluminar um pouco os caminhos, assim posso me encolher em posição fetal e chorar pela minha série favorita só ter mais 6 episódios, em 2014, quando a SyFy (a emissora que transmite WH13 para o resto do mundo, menos aqui no Brasil, é claro) quiser. Méh.

Vendo o Sol raiar, ulalá!
Então, noite serena, sereninha, sereníssima, com esse clima de inverno, as notícias do mundo do fandom indo no modo angst, mas em IRL sendo ótimas, percebo que essa rotina de ficar de madrugada nerdando while everything is silence (Precioso, precioso) está acabando com meu físico nada exemplar. As dores corporais viraram diárias, cansaço mental no meio da tarde é clássico (cair no sono inesperadamente) e definitivamente os sonhos não andam sendo os melhores.

Entendam: nunca fui uma pessoa noturna. Não tenho muitos hobbies noturnos, não tenho costume de me manter de olhos abertos por muito tempo se há coisas legais para se fazer na cama (oooops) enquanto estou sonhando. Mudar a rotina de vigília está sendo praticamente um erro não calculado - e eu estava esperançosa de conseguir manter o ritmo pelo menos por mais um mês antes de começar as aulas - e fazendo mal pra quiançada aqui no recinto (Eu, no caso. Não contamos o marinheiro irlandês porque nem acordado ele está no momento).

Em suma: madrugar sucks! Morfeu você ganhou, vou voltar ao meu horário de costume que eu ganhava mais inspiração literária desse jeito. E sim, lavarei os pratos e as panelas ASAP, big boss...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Final de temporada: Defiance + Warehouse 13

É sempre a mesma coisa. Fandom chorando antes da hora, gente se mobilizando para confortar as outras, muitas postagens no Tumblr com MAIS angst e pain do que era possível, ameaças leves contra o produtor principal (Everybody hating Kenny ritenao!), twitter chat com o elenco de Defiance (Todo, I mean, TODO!), fangirls indo ao delírio com mensagens subliminares (Nunca junte as palavras squeee, simultaneous e multiples na mesma frase), mais angst, mais pain e Florence + the Machine.

E eu pensando que suportar esse ship seria fácil.


Já sofri por antecipação - vi a season finale de Warehouse 13 no domingo graças a um escorregão feio da Syfy Channel em vender o DVD da 4ª temporada ANTES de terminar na Tv (EPIC FAIL DUDES!), aí um filho de Eru foi lá e colocou nas webs - e deixar spoiler escapar pode ser perigoso (Esse Bering & Wells é unido até o último instante que o ship afunda! E spoilers não são bem-vindos).

Mas creio que fiquei satisfeita com o que vi. Teve dramalhama, teve decisões a serem feitas, teve emoção e teve resoluções. Não teve H.G. Wells (yummy omnomnom), mas teve esperança, porque o que mais corta o coração é saber que uma série que você se identificou tanto vai ficar quase 6 meses de hiatus e voltar APENAS com 6 episódios para terminar de vez.

Defiance vai entrar em hiatus também, isso quer dizer que terei que inventar alguma coisa para ocupar o fangirling ao invés de choramingar pelo subtexto não ter virado texto. Agora em uma perspectiva criptografada só para mim mesma: Jaime Murray, sua arruinadora de mentes inocentes de meninas românticas!

É, fã sofre.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Defiance: um novo modo de se assistir seriado

Preparem-se porque a overdose de ficção-científica vai chegar as tampas após esse post. É muito fangirling pra pouca pessoa poder não extrapolar.

Tudo começa com Defiance, um projeto ambicioso da desconhecida Trion Worlds e a SyFy Channel juntar MMO de third-person shooter (blergh!) e seriado tudo ao mesmo tempo. Crossovers everywhere, game influencia série, série faz parte dos eventos do game, insira um gif bem agitado de uma menininha totalmente alucinada após eu completar essa sentença.

Cê num tá entendendo, mermão! Sci-fi é minha 2ª paixão - a 1ª é coisas gregas cheias de chororô - e juntou com um enredo que proporciona crossovers (E fanfictions, milhares delas/deles) e JAIME MURRAY! #prontofalei


TL;DR - tem paciência para narrativas de fangirls histéricas? Quer saber o que acontece em Defiance? E o que tanto me deixa empolgada sem mesmo ter visto o piloto ainda? Clica aí embaixo e seja feliz (Ou não). Quaisquer dúvida, sugestão ou reclamação podem ser direcionadas para minha pessoa ali nos comentários. Se não, deixa baixo.

$(function(){$.fn.scrollToTop=function(){$(this).hide().removeAttr("href");if($(window).scrollTop()!="0"){$(this).fadeIn("slow")}var scrollDiv=$(this);$(window).scroll(function(){if($(window).scrollTop()=="0"){$(scrollDiv).fadeOut("slow")}else{$(scrollDiv).fadeIn("slow")}});$(this).click(function(){$("html, body").animate({scrollTop:0},"slow")})}}); $(function() { $("#toTop").scrollToTop(); });