Pesquisando

Mostrando postagens com marcador cthulhu comeu meu blog anterior. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cthulhu comeu meu blog anterior. Mostrar todas as postagens

sábado, 16 de novembro de 2013

Mudança de URL: Minha vida de escriba


Hora da mudança! URL mudou, conteúdo besta é o mesmo, nonsense de sempre, anota aí e salva nos favoritos:

http://minhavidadeescriba.blogspot.com.br/

Como a vida tá mudando (E parece que ainda não percebi nisso), é melhor fazer as escolhas certas pra vida antes que os talentos sejam perdidos com a selva de concreto.

Muita força na peruca, luz na cuca e paz no coração!

Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Don't tell them to grow up and out of it
Ch-ch-ch-ch-Changes
(Turn and face the stranger)
Ch-ch-Changes
Where's your shame
You've left us up to our necks in it
Time may change me
But you can't trace time

Strange fascination, fascinating me
Changes are taking the pace
I'm going through

domingo, 7 de julho de 2013

Hora da tagarelação

Cerca de 10 anos atrás quando comecei a blogar (meados de 2003 para 2004), não tinha muita noção do que textos enormes poderiam causar, ainda mais com coisas descabidas que me vinha a cabeça aos 16/17 anos. Bem, as coisas descabidas continuam vindo, mas transpô-las para um blog era algo que eu fazia sem temor algum, mais como uma escapatória/cano de escape do que realmente levar à sério que escrevia.

O primeiro blog foi hospedado no Weblogger do Terra - como a vida era linda com HTML puro e layout copycatiados, adaptados e noites perdidas em um 486 rodando Windows ME fazendo o trabalho todo - e eu era bem feliz por lá. O primeiro layout que lembro era dos Beatles, Yellow Submarine (A animação) porque eu simplesmente AMAVA ver aquele filme quase todos os dias e me divertir com as maluquices do quarteto de Liverpool em Pepperland.

O segundo que me lembro e que ficou marcado forévis in my memory de peixinho dourado era o dos Registros, algo fofo com uma casinha pintada de fundo, um cenário bonitinho artístico e tudo bem cuidadinho. Eu tinha mimo naquele layout tanto que não me lembro do porquê trocar para uma versão mais dark.
Parte da Haryel foi nessa brincadeira de escrever mais do que poderia mostrar - as caixas cheias de papelada de fanfiction e versos ficarão seladas até alguém demonstrar interesse em velharias - e por um bom tempo eu escrevia o que dava na cuca.

Quando passei no vestiba da PUC em 2004 o fluxo de idéias foi acalmando para dar lugar as frustrações diárias de universitária. Aquela famosa premissa de pensar na época de antes e sorrir com carinho tudo que eu ganhei, conquistei e criei, foi meio hardcore por conta das mudanças de pensamento idealista, mas esse período na roça de Betinópolis, com o blog ativo e postando quase todo santo dia era a salvação para muitas horas de pensamentos só para mim mesma.

Uma coisinha que anda me incomodando mesmo esse tempo para cá é que o fluxo de postagens minhas - mesmo que seja papo furado como esse - diminuiu pra cacete e isso me preocupa intensamente porque de certa forma é como se eu estivesse deixando a corda afrouxar demais.

Boa parte da pausa e hiatus forçados e mimimis para não postar tanto mais é porque eu estava com medo. Medo de voltar a me expor tanto em palavras - mesmo que desconexas e louvando Loki, amém hermanitos! - mas aí veio o efeito colateral: não consigo viver bem sem ter esse suporte praticável de escrita sem fim em um espaço internético.

Entonces, tão avisados: postagens nada a ver é aqui mesmo. Inclusive os sonhos descabidos que tenho quando tou estagiando lá nos Palácios de Morfeu. Não sei como vai ser agora já que tenho uma outra visão da coisa toda do que 10 anos atrás, mas bora manter a confiança em pé. Ela precisa mais do que nunca se manter de pé depois de tanta pancada da vida, né?

domingo, 15 de janeiro de 2012

Ano Novo - Blog pseudo-Novo!

Esse é o primeiro post desse Blog - ya'rly? - as postagens anteriores foram feitas em meses anteriores antes do incrível acidente de backup e percurso ocasionarem um dos momentos mais tensos de bloqueio de criatividade de minha vidinha nérdica.

Por essa tragédia imperdoável resolvi catalogar as coisas que consegui recuperar, posts de reviews, alguns resmungos ocasionais da vidinha no Vilarejo-Brejeiro, vídeos interessantes, seriados e  tudo mais. Está aqui, não em sua totalidade, mas estarão por aqui. O intitulado Cthulhu eats my Previous Blog é porque ele CONTINUA mastigando o outro Blog que eu tinha, felizmente ele não digeriu tudo, então estou achando pedaços dele por aí e postando por cá.

E para agraciá-los com a tamanha vontade de se manifestar na sensação estranha de Loucura e Caos Indefinido, Cthulhu estará presente para o Spell check. Ele é arrumadinho assim mesmo.




No mais, bem vindos, bem arados e bem amados. Estarei aqui de vez em quando, mas sempre presente e operante.