Pesquisando

Mostrando postagens com marcador as quartas-feiras. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador as quartas-feiras. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

o médico precisa de um médico

Exultante por estar 2 dias direto sem ter ataque de sono repentino em qualquer lugar (Nem no busão indo pro estágio e faculdade), tenho um bem demorado na fila esperando pra ser atendida no HU.

Ótimo. Como se a vida já não estivesse awesome.

(Será que se eu der uma raquete de pingue-pongue pro Walter ele joga com o reflexo dele no espelho?)

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Dia seguinte - Miracle Drug

I had enough of romantic love
I give it up, give it up
For a miracle, miracle drug
Miracle drug.

(Cantou Deu2s uma vez)

(L)Amém.

quinta-feira, 4 de abril de 2013

[conto] as quartas-feiras

[conto curtinho crossover para Forgiven Jojo Ulhoa, um conto que escrevi em 2007]

A semana começava no domingo, o dia em que não trabalhava e nem descansava, mas passava boa parte de seu tempo no parquinho na frente de casa servindo o seu papel muito bem. Os gritinhos de alegria e de comando, a areia entrando nas barras da calça, os baldinhos que viraram de cabeça para baixo para serem castelos de areia próximos um do outro. Muitos brinquedos eram despejados aos seus pés para recorrente manutenção e empréstimos entre as dezenas de crianças que lotavam o parquinho do bairro pacato e ensolarado em Nova Orleans.

A sua criança deveria ter uns poucos anos, crescendo exponencialmente com a quantidade absurda de vitamina de maçã e leite, mimos e agrados, exercícios dentro da banheira enorme de sua casa enorme ali mesmo no bairro pacato de Nova Orleans. Financiada, paga com tanto sacrifício que precisou esquecer sua própria vida para poder ter o sonho da família feliz. O marido estava bem ali com os amigos de domingo. Todos igualmente pais de família, todos atarefados durante a semana que o domingo se tornava um dia simbólico para todos envolvidos, quase como um ritual semanal de repor as energias gastas na sociedade capitalista e apressada lá de fora do bairro pacato de Nova Orleans.