Pesquisando

quarta-feira, 15 de abril de 2015

O décimo terceiro passo

Thirteenth Step
Thirteenth Step (Photo credit: Wikipedia)
Se há a necessidade compulsiva de ouvir o Thirteenth Step no repeat já desde cedo é porque há um problema. Ou demônio interno a ser exorcizado.

(pelamoooooor Mandos, seja o nono, ok? O nono é o mais brando.) 
 
Cismei com a Vanishing e The Outsider por longos minutos, até voltar pra Weak and Powerless e Blue (Que com certeza não é uma música boa para se ouvir quando se está com tanta caraminhola besta na cabeça).

E aí pra completar a cerejinha melancólica do bolo de bile esverdeada, The Noose me faz sentar nos fundilhos do ônibus, me escondendo atrás da mochila e pedindo pra Morfeu passar com a van de funcionários logo e me levar pra longe (Extremamente perigoso ficar matutando bobagem durante 1 hora e meia de percurso de ônibus, tem que dar um freio antes de cair no choro no meio de tanta gente).

Por que então ouvir o maldito álbum?
Porque é bom e ruim ao mesmo tempo.