Pesquisando

domingo, 19 de janeiro de 2014

[seriados] teorias escalafobéticas sobre Lost Girl

Como não tinha nada o que ocupar a minha mente (Ah tá, vai pensando nessa xD), resolvi compilar algumas teorias conspiratórias sobre o que ando vendo no enredo solto e sem nexo dessa 4ª temporada de Lost Girl. Esses últimos episódios estão concretizando alguns pensamentos que eu já desconfiava, outros que foi mindblowing total.
Já deixando claro que são só TEORIAS, nada foi comprovado pelos produtores, atores de Lost Girl, mas se a gente começar a ligar os pontinhos, pode até fazer sentido.
(Tou me coçando desde o 04x08 com tudo isso e sim, isso vai ser LONGO!)



Uma breve introdução: Lost Girl é uma série canadense (VIVA O CANADÁ!!) sobre o mundo desconhecido dos Fae (Sim, fadinhas, muita coisa de Changeling permeando o enredo, amei logo de cara!) e a trajetória da protagonista Bo Dennis (Anna "como consegue ser tão adorável" Silk) para se adaptar com sua... ahn... raça. Sim, porque os Fae podem ser a evolução ou parentes próximos dos homo sapiens, mas com características marcantes em sua constituição física, patológica e psicológica. Bo é uma súcubus - sim, morram de medo - e se "alimenta" do chi das pessoas para poder se curar, ter uma sustança melhor no físico e horas intermináveis de sexo selvagem sem perder o fôlego.

(Agora viram por que gosto dessa série?)




This woman, yep. She'll be the death of me. Literally.


Ao lado de sua escudeira russa e altamente sarcástica, troll, estômago de ferro, sobrevivente das ruas e gótica virada ao avesso Kenzi, Bo tem o lema de salvar o mundo e os fracos e oprimidos, o que ocasionalmente a faz se meter em encrencas maiores com outros personagens, um número infinito de Faes diversos e às vezes sendo pega de surpresa por dilemas bem mundanos do tipo: "Com quem será que eu passo o resto da minha vida? Com a cientista humana que amo loucamente, mas não me sustenta no cardápio principal ou com o homem-lobo que tem vitamina extra, mas me confunde com suas demonstrações de territorialismo canino?"
E tem tudo que uma série precisa para me fisgar, ótimos diálogos, referências cult/pop o tempo todo, revisitação de estereótipos mitológicos, cenas instigantes em dose certa, uma cientista geek, fria e calculista se derretendo pela mulher mais disputada do cenário... Angst, pain, risadas, teorias escalafobéticas e muita inspiração para eu me concentrar na minha escrita.

Mas vamos ao que interessa! se você já sabe do que estou falando, pode clicar no link que tá seguro. Já se não faz a mínima ideia, vá ver Lost Girl, vai? E aproveita que vai estrear no AXN em fevereiro em versão legendada e dublada. Quer mais moleza que isso?
(E por Odin, o AXN foi PÉSSIMO na montagem do site... As descrições tão todas genéricas!)




Sirvo breja pra galeris, mas secretamente tou fazendo todo mundo de palhaço.
1 - Trick é o Big Bad Modafoca por trás de tudo. A fachada de bonzinho foi para conter os estragos já feitos (Que serão citados a seguir) e logo logo o Blood King irá se reerguer e trazer miséria, dor e escravizar todo mundo. Anota aí: é o Trick.
"Mas por que raios seria o Trick? Ele é tão legal!" - muitos pensam, maaaaaas o bartender esconde segredos desde o começo, até em flashbacks passados com o Dyson ou outros Fae ele esconde um plano maior.

2 - Ninguém do passado que já apareceu questionou a posição de Trick como dono de barzinho. Ninguém. O Ash e a Mórrigan tiveram suas desconfianças sobre o porquê do velho sábio ficar atrás do balcão, mas nenhum dos dois desconfiam quais as razões disso. O Hale que é de uma família influente e antiga dos Fae nem sabia que o Trick era o Blood King (Cadê a educação formal desse povo de elite?!). Até aquele "amigo" concorrente no episódio 01x10 (Aquele que queria a moeda encantada senão pegaria o Dal Riata para ele e talz, a Kenzi faz uma piada épica sobre "problemas no Condado") parecia ser bem tapado quanto ao poder do bartender.
(Dude, se vc sabe que o garçom é um Rei poderoso dos Fae das Antigas, você NÃO VAI desafiar ele por conta de uma moedinha...)

Resumo da ópera? Trick provavelmente usou seu sangue para APAGAR TUDO, inclusive a memória dos Fae com quem se envolveu (Gente, se deixar, esse filhodazunha colocou o sangue dele na água do Reino e fez todo mundo beber pra esquecer, não tenho dúvidas sobre isso e o poder de persuasão dele).

3 - Sim, no final da 2ª temporada o Garuda informou gentilmente que Trick assinou a recomendação "errada" para matar a própria esposa (Mas vimos que o Garuda só apareceu porque o Trick usou o sangue novamente CONTRA a Aife e não era exatamente o melhor recapitulador de histórias verídicas. Ele pode ter inventado tudo pra fazer o Trick sofrer, ou MELHOR! Ele pode ter sido comandado pelo próprio Trick em um passado atrás para fazer aquela encenação toda, dar o título de "Champion" para a Bo, ganhar sua confiança, manter as aparências e despertar o máximo de poderes na neta.), mas quem sabe disso é só o Trick bonzinho aqui agora e o mensageiro que fez a entrega e matou a pobre Ysabeau.
E se... E SE Trick na verdade matou a esposa de propósito?!
Mas por quê essa loucura toda? Vamos para o próximo item...

4 - Foi comentado nos últimos episódios que o "Wanderer" (ou o superinimigo uber sádico, possivelmente pai da Bo) faria de tudo em seu alcance para encontrar sua parceira ideal, mesmo que tivesse que "fabricar" uma. Todo mundo foi na de que o Wanderer (Ou Rainer) seria mesmo o progenitor da Bo, mas ficou claro no último episódio que não, o guri tinha morrido há centenas de anos arás, não dava nem tempo pra dar uns pegas na Aife e fazer a Bo (Pela idade na Wikia, Bo tem aproximadamente 30 pra 35 anos, fugiu de casa aos 17 pra 18, cronologicamente ela é um bebê Fae como a Lauren uma vez disse sobre os poderes e as reações que a Bo sentia).

Aí então fiquei matutando: WTF a Aife tem tanta raiva do pai? É por que a entregou para os Dark Faes para puní-la por se revoltar contra o Reino? (Aí ó, demonstração de poder absoluto do Trick novamente) Que tipo de pai é esse que faz a besteira de "assinar" carta de assassinato livre pra esposa e deixa a filha em um calabouço sendo torturada periodicamente por um Dark Lord sádico até levá-la a loucura? Que tipo de Rei poderoso e influente não iria intervir na execução de sua própria filha se tinha o poder suficiente para isso? Que tipo de político ele seria se não barganhasse a vida da filha? Tem algo faltando aí...
Quando o 1º episódio 04x01 mostrou a mudança de postura da Aife quanto ao pai assim que todos lembraram da Bo (A cena no estacionamento em que o Trick chega e tenta falar com a Aife, mas ela surta LITERALMENTE e tenta esfaqueá-lo - aliás, onde tá essa mulher agora?! Última vez que vimos Aife foi junto com o Trick! Anota isso aí também! O fiodazunha matou ela!), a minha cabeça explodiu:

O módafóca Dark Lord é o próprio Trick!!


Ele matou a esposa pra "fazer" uma parceira ideal (A Bo), logo a raiva, o rancor e a insanidade assustadora da Aife é porque... O pai da Bo é seu próprio avô.
Motivos? Aí vou viajar na batatinha, mas acho que tudo se detém ao poder. Trick quer ser venerado como um deus (Foram suas palavras no último episódio), mas não sabemos direito qual é o tipo de Fae que sua esposa era. Sua filha veio como súcubus, mas não parecia maleável e influenciável por saber muito bem das tramóias do pai, então fazer o quê então? Bora praticar incesto e produzir uma súcubus mais poderosa com a própria filha?

Aí junta a equação: um cara que tem o poder no sangue que faz mudanças radicais no mundo/tempo/espaço + súcubus manipuladora, intimidadora, nascida para influenciar do modo mais sutil e irresistível possível? Claro que vai ser a espécime perfeita para dominação mundial!

5 - Una Mens. Como manter o mundo sob controle se você não pode estar em todos os lugares? Vai lá e faz 6 pessoas jurarem votos sagrados, fazerem rituais de retirada de almas e livre-arbítrio, depois coloque leis escritas diretamente de seu punho (E sangue) para eles cumprirem. detalhe: todas as leis Fae foram escritas pelo Trick. É o que a maioria dos personagens que citam o Blood King dizem. Quando o Blood King se tornou corrupto, o Una Mens tentou derrubá-lo. E se conseguiram? e se colocaram o Trick em uma espécie de casulo de contenção de memórias pra ele não lembrar o que raios foi e o que se tornaria. E SE o Trick planejou isso o teeeeeempo todo para poder ver o desenvolvimento de seu projeto de pesquisa incestuoso e esperar quietinho dentro da mente do Trick honesto e legal?

6 - O Wanderer Rainer poderia ser um mensageiro do Universo para realinhar o desequilibrio que o Trick trouxe com a bagunça toda. Ele ser "o destino" da Bo é exatamente para consertar isso. Lembrando que o "Wanderer" da mitologia nórdica era Odin (Pai dos Asgardianos e simbolo da Justiça Divina), Zeus também era conhecido como o andarilho por se disfarçar de mendigo e visitar Reis e príncipes para testar sua hospitalidade (e castigar os que faziam pouco com sua aparência), a carta de tarot (Símbolo do Rainer lá no final da 3ª temporada) pode ser tanto o Mago, quanto o Louco, e ambas as cartas simbolizam mudanças profundas na vida da pessoa que escolhe a carta (E Bo escolheu Rainer como seu destino).

Me-me-me! O universo,
a vida e tudo mais sou eu!
Sugestões? Comentários? Reclamações? Maluquices randômicas, votos de amor por Doccubus e despejo de veneno potente de naga na figura pequena do bartender mentiroso são bem vindas!